Curiosidades

Qual a Diferença Entre Cacau Em Pó Natural e Alcalino

fevereiro 7, 2016
Tempo de leitura 5

Se tem uma coisa que é quase unanimidade nesse mundo é a paixão pelo chocolate. E não é pra menos. Seja brigadeiro, seja ganache, bolo ou mousse, não há coisa mais gostosa do que uma sobremesa com aquele sabor delicioso de chocolate.

E para investir nesse tipo de doce, não é necessário usar apenas o chocolate em barra. O cacau em pó também é muito versátil, saboroso e uma ótima opção para várias sobremesas. Sem mencionar os inúmeros benefícios desse ingrediente.

O cacau em pó proporciona a sensação de bem-estar, não contém calorias e é rico em vitaminas, sais minerais e antioxidantes. E você sabia que existem vários tipos de cacau em pó?

No post de hoje, explicamos tudo sobre o assunto e ainda damos dicas de como optar pelo tipo correto. Confira a seguir!

O que é o cacau em pó?

O cacau em pó é o resultado das sobras secas e sólidas de cacau fermentado, ressecado e torrado. A amêndoa de cacau é quebrada em nibs e, em seguida, moída até virar uma pasta. Os sólidos de cacau sobem e ficam sobre a gordura, mais conhecida como manteiga de cacau. Um processador extrai a manteiga de cacau dessa pasta, e o que sobra são esses sólidos, que em seguida são moídos até virarem pó.

Portanto, o cacau em pó é o puro sabor de chocolate, sem adição de gordura, açúcar ou leite. Mas existem dois tipos de cacau: o natural e o alcalino. E saber optar pelo tipo certo faz mais diferença no resultado da receita do que se pode imaginar. Confira a diferença entre eles, a seguir, para não errar em suas preparações!

Cacau em pó natural

O cacau em pó natural é o tipo que foi extraído e não passou por nenhuma manipulação. Seu pH fica entre 5 e 6, o que faz dele um ingrediente ácido.

Por esse motivo, ele tem um sabor bem amargo e também necessita de uma base para reagir, ou seja, de um elemento alcalino. Dessa forma, ao utilizar o cacau em pó nas receitas, é preciso utilizar também um ingrediente base, como bicarbonato de sódio.

Para não se confundir, tenha em mente que o dióxido de carbono (as bolhas de ar que fazem o bolo crescer) é obtido por meio de um ingrediente ácido + um ingrediente base. Nesse caso, cacau em pó natural + bicarbonato de sódio.

Cacau alcalino

A cor do cacau alcalino é mais escura e o sabor mais suave. Isso porque, diferentemente do cacau natural, o alcalino passa por um processo químico que retira sua acidez.

O pH desse tipo de cacau é 7. Portanto, para haver uma reação química, é necessário acrescentar à receita um ingrediente ácido — ou seja, o processo é o inverso do exigido com o cacau natural.

Sendo assim, para obter uma reação química com o cacau alcalino, é preciso utilizar um elemento ácido, no caso, fermento em pó.

Qual é a diferença entre o cacau em pó e o chocolate em pó?

Se você pensa que utilizar o chocolate em pó no lugar do cacau dá na mesma, é melhor rever os seus conceitos. Isso porque o chocolate em pó é acrescido de uma série de ingredientes que alteram o sabor do cacau e ainda não fazem nada bem à saúde. Alguns dos aditivos são leticina de soja, aromatizantes e solubilizantes, além de açúcar.

Essa mistura também faz com que a proporção de cacau no chocolate em pó seja muito menor, o que faz com que o sabor não se intensifique, prejudicando o resultado final das receitas.

Qual tipo de cacau em pó devo usar?

Até aqui, você já percebeu que é bem diferente optar pelo chocolate em pó em vez do cacau, certo? Mas, então, qual tipo de cacau em pó utilizar?

A principal questão a ser observada é o aspecto da reação química. É possível ter um bom resultado em bolos optando por qualquer um dos tipos, desde que seja observada a mistura de um ingrediente ácido e um base. Se a receita pede fermento em pó, escolha o cacau alcalino. Se a receita pede bicarbonato de sódio, use o cacau natural.

Outro ponto é o sabor. Ao escolher o tipo de cacau, lembre-se de que o natural tem sabor mais ácido e forte, enquanto o alcalino é mais suave. Então, leve em consideração a sobremesa que será preparada e também o seu público.

No entanto, de modo geral, pode-se dizer que o cacau em pó alcalino é o que tem melhor sabor, já que o nível de acidez é menor e a tonalidade mais semelhante à dos chocolates tradicionais. Esse tipo também vai melhor em receitas que contém ingredientes lácteos, como creme de leite e leite condensado. Vale ressaltar que as marcas importadas tendem a comercializar sempre o cacau alcalinizado.

Como você viu, entender sobre os tipos de cacau em pó existentes é fundamental para que a sua receita dê certo e você não perca ingrediente e tempo. Assim, da próxima vez que for comprar esse ingrediente, lembre-se de levar em consideração todas as dicas apresentadas neste post. Dessa forma, a sua sobremesa será o maior sucesso!

Quer continuar por dentro de mais informações sobre o universo do chocolate? Então, acesse o nosso post que ensina como embalar chocolate adequadamente e ainda preservar o sabor!

Você também pode gostar

3 Comentários

  • Reply Cristina Gandolpho janeiro 28, 2018 at 5:48 pm

    Interessante, eu não sabia da existencia do cacau alcalino e muito menos da diferença com o cacau natural.

  • Reply SERGIO HENRIQUE DO NASCIMENTO SOUZA fevereiro 10, 2018 at 10:03 am

    Legal os comentários. Gostaria de saber também mais informações sobre o cacau belga. Qual a diferença entre o belga e os demais citados. Obrigado, abraço.

  • Reply Saiba quais são os principais tipos de doces para vender - Chef Center BlogChef Center Blog maio 9, 2018 at 11:48 am

    […] investir em bons ingredientes: chocolate em barra de excelente qualidade, confeitos coloridos e cacau em pó. Também é importante apostar no visual. Para se diferenciar, você pode usar potinhos de […]

  • Deixe uma resposta

    Scroll Up
    %d blogueiros gostam disto: