Dicas

Entenda cada tipo de molde e forma para chocolate!

julho 9, 2017

 

Trabalhar com chocolate é, sem trocadilhos, uma delícia para a maioria dos confeiteiros. Afinal, o ingrediente permite inúmeras possibilidades, tanto nas receitas quanto na própria decoração. As técnicas de temperagem, resfriamentos e modelagem também são bastante interessantes, divertidas e, até mesmo, terapêuticas.

Por falar em modelagem, hoje em dia, é possível encontrar vários tipos de moldes e formas para fazer chocolate. Com elas, você pode fazer bombons e trufas dos mais diferentes modelos, aumentando a diversificação dos seus produtos e, consequentemente, a satisfação dos seus clientes. 

Quer saber mais sobre as formas existentes no mercado e como escolher as mais adequadas para o seu tipo de trabalho? Então, acompanhe a leitura deste texto! 

Os tipos de formas para fazer chocolate 

Como dissemos, a grande variedade de formas disponíveis atualmente permitem que o seu trabalho seja bastante variado, não apenas no formato dos produtos, mas também no que se refere ao preço, às quantidades e à qualidade — que certamente tende a aumentar na medida que você opta por formas de melhor qualidade. 

Entre os moldes mais usados, podemos destacar os listados abaixo.

As formas de acetato 

As formas de acetato são, de longe, as mais acessíveis, pois são baratas. Sendo assim, existe uma variedade enorme de modelos, e você pode comprar vários moldes diferentes sem investir muito dinheiro. 

Além disso, você pode optar por moldes de acetato simples ou moldes de acetato com silicone. O simples é apenas uma forma com o modelo desenhado, e você deve pincelar o chocolate ou preencher o chocolate para criar o modelo que escolheu.

A vantagem desse produto, como dissemos, é que ele é extremamente barato, porém, é preciso controlar a quantidade de chocolate, e pode ser difícil fazer modelos “ocos”, como copinho de licor. 

As formas de acetato com silicone são compostas de 3 partes: o fundo, o silicone e a tampa. Normalmente, essas formas contêm uma marcação que indica onde você deve preencher o chocolate. Após fazer isso, é preciso colocar o silicone em cima do chocolate. 

Se você está usando uma forma com várias cavidades, coloque todas as peças de silicone em cada cavidade. Finalize colocando a tampa, que se encaixa perfeitamente no fundo. Atenção: coloque sempre do lado certo, para garantir que encaixe bem. Aperte até o chocolate preencher a cavidade e deixe esfriar.

Na hora de desenformar, vire a forma de ponta cabeça em cima de uma superfície. O fundo deve estar opaco, indicando que o chocolate já está descolando da forma. 

As vantagens das formas de acetato: 

  • são extremamente baratas; 
  • têm uma grande diversidade de modelos; 
  • são fáceis de encontrar; 
  • são ideais para os profissionais que estão começando e não querem investir muito; 
  • são perfeitas para quem quer usar o modelo apenas uma vez, atendendo a alguma encomenda especial.As desvantagens das formas de acetato: 
    • a forma de acetato simples tem uma durabilidade média; 
    • para fazer uma produção em massa, você precisará comprar vários moldes, já que cada forma tem poucas cavidades; 

são utensílios chatos de limpar.

As formas de silicone 

As formas de silicone para chocolate também são fáceis de encontrar e em uma grande variedade de modelos. Diferente da forma de acetato, a de silicone é um pouco mais cara, porém, ainda bastante acessível.

Por serem 100% silicone, a forma desse material é bem resistente e mais fácil de limpar. Você pode simplesmente passar uma água ou colocar na máquina de lavar, que o utensílio continuará intacta. 

Já que o silicone é bem maleável, também é muito fácil moldar uma trufa — mas a desvantagem dessa maleabilidade é que fica difícil fazer trufas recheadas. Para você rechear a trufa, precisa primeiro fazer a camada externa, preenchendo as cavidades com chocolate. No entanto, como o silicone é muito mole, pode ser um desafio preencher a cavidade e remover o resto do chocolate para colocar o recheio.

As vantagens das formas de silicone: 

  • têm um preço acessível; 
  • são fáceis de limpar; 
  • sao super resistentes; 
  • oferecem uma grande variedade de modelos. 


As desvantagens das formas de silicone:
 

  • por serem “moles”, exigem mais cuidado na hora de manusear, para não deixar o chocolate cair da forma; 
  • são mais difícil de rechear; 
  • você não consegue ver se o chocolate está pronto. 

 

As formas de policarbonato 

As formas de policarbonato são, de longe, as mais sofisticadas. Esses utensílios são altamente resistentes e, por isso, ideais para quem quer fazer doces finos padronizados e sempre perfeitos. 

As peças em policarbonato são as mais utilizadas em confeitarias profissionais de alta qualidade, e duram por muitos anos. Por serem extremamente rígidas e resistentes, são as melhores para fazer trufas com chocolate temperado de forma correta, e dão um brilho maravilhoso ao produto final.

Para utilizar essas formas da melhor maneira e garantir uma trufa perfeita, fique atento às nossas dicas: na hora de preencher as cavidades, cubra com chocolate, e depois vire a forma para o chocolate derreter. Bata-o contra uma superfície para remover qualquer bolha de ar, e, assim, facilitar na hora de tirar o chocolate. 

Com uma espátula, remova o chocolate de cima e deixe esfriar. Coloque o recheio, sem preencher até o topo, e em seguida, coloque o resto do chocolate. Dê algumas batidas novamente para garantir que o chocolate preencheu o resto da trufa. 

Raspe o excesso novamente com uma espátula, sem que você pegue o recheio junto, e deixe esfriar. Na hora de desenformar, apenas vire a forma de ponta cabeça e dê uns toques nas laterais. O fundo deve estar opaco, indicado que o chocolate está descolando.

As vantagens das formas de policarbonato: 

  • são altamente resistentes, o que significa que podem durar anos, se forem bem cuidadas; 
  • é a única forma que permite que você a manuseie sem que estrague o chocolate; 
  • oferece o melhor acabamento do chocolate. 

As desvantagens das formas de policarbonato; 

  • exigem um investimento alto, por serem um produto nobre; 

são mais difíceis de serem encontradas no mercado.

As dicas para escolher as formas mais adequadas para a sua confeitaria 

Agora que você já conhece os principais tipos de formas disponíveis no mercado, confira quais deles atendem melhor às suas necessidades, facilitam a sua produção e garantem o melhor produto final. 

Entenda quais são as suas necessidades 

Como você viu neste texto, existem muitos modelos de formas disponíveis, e cada um deles proporciona um tipo de trabalho e garante um resultado diferente.

Se você ainda está iniciando no universo dos bombons e trufas, talvez possa começar com as formas mais baratas, para explorar as suas possibilidades e também o seu mercado. Mas se já trabalha nesse nicho há mais tempo e produz bombons mais finos (para festas, por exemplo), a sua necessidade pode ser outra. 

Além disso, o ritmo da sua cozinha também vai influenciar na escolha das formas perfeitas, afinal, algumas proporcionam mais facilidade no manuseio (seja ele o recheio ou o desenforme), outras são mais fáceis de limpar, e assim por diante. 

Busque atender à demanda 

Pouco vai adiantar investir em formas de policarbonato, por exemplo, se os seus produtos finais não requerem um alto grau de sofisticação — e, consequentemente, podem demorar para pagarem o valor pago nos utensílios. 

Da mesma forma, se você pretende apostar na personalização máxima dos seus produtos, oferecendo diversos moldes diferentes (sejam bombons para casamentos, festas infantis, batizados, chás de lingeries etc.), pode ser mais lucrativo investir nas formas de silicone, que requerem um pouco mais de prática no manuseio, mas proporcionam uma variedade incrível de modelos.

Verifique a qualidade do fornecedor 

Apesar das especificidades de cada forma que citamos neste texto, muito da qualidade — e também do preço — desses produtos está relacionado ao fornecedor. 

Apesar de o material utilizado nas peças ser o mesmo, pode ocorrer variação na qualidade desse mesmo material, o que vai interferir diretamente nas suas formas. Produtos de qualidade ruim podem deixar o seu trabalho mais difícil, ocasionar perda de matéria-prima, atraso nas entregas e uma péssima qualidade do seu produto final, tanto no sabor quanto na apresentação.

Por isso, faça uma boa pesquisa entre os fornecedores disponíveis no mercado, converse com outros profissionais que já trabalham com as formas há mais tempo, busque por opiniões na internet e, apenas depois, feche negócio. 

Lembre-se que pode ser apenas uma forma baratinha, mas se ela desperdiçar o seu chocolate e fazer com que você perca muito tempo moldando e desenformado, não vale a pena. 

Procure por formas que proporcionem produtos inovadores 

Hoje em dia, a concorrência anda acirrada em todos os segmentos, e não é diferente na confeitaria. Além disso, os consumidores desse mercado são bastante impactados pelo visual dos produtos — basta ver o sucesso dos perfis de redes sociais como o Instagram e Pinterest dedicados à confeitaria para comprovar esse fato.

Por isso, uma boa maneira de se destacar dos seus concorrentes é oferecer produtos inovadores. Não estamos falando apenas sobre o formato dos bombons e das trufas. Os recheios também podem ser surpreendentes: além dos tradicionais, busque surpreender com recheios de frutas da estação, oleaginosas e outros ingredientes que casam muito bem com o chocolate. 

Por fora, é possível apostar em técnicas que estão fazendo na confeitaria, como os transfers, as rendas, o efeito marmorizado etc.

Em relação aos formatos, vale a pena ter algumas formas bastante diferentes, para atender os pedidos mais exclusivos dos seus clientes — tudo vai depender do tipo de público que deseja atender. Hoje em dia, existem moldes que remetem a casamentos, eventos empresariais, aniversários, Páscoa, Halloween, temas picantes e, claro, uma infinidade de temas infantis. 

Uma dica interessante é surpreender os seus consumidores com postagens nas redes sociais com as opções de moldes que a sua confeitaria tem disponível. Muitas vezes, os seus bombons são exatamente o que uma pessoa está procurando. Ou, então, eles podem ser a ideia que um cliente precisava para a sua festa — e todo o evento vai ser criado a partir dos seus bombons, veja só! 

As formas para fazer chocolate oferecem possibilidades incríveis, não apenas em relação aos formatos dos bombons e trufas, mas também quando falamos sobre os recheios. Os utensílios certos, por exemplo, podem permitir recheios diferenciados, que vão destacar os seus produtos e conquistar os clientes. 

Por isso, se você pretende trabalhar nesse segmento (ou se tem a sua produção), veja as formas como um investimento que será feito na exclusividade dos seus produtos e também na otimização da sua cozinha. Sem dúvidas, ao escolher as formas para fazer chocolates ideais para o seu negócio, o retorno virá rapidamente! 

Gostou deste conteúdo e quer garantir a qualidade das suas formas? Então, entre em contato com a equipe da ChefCenter! A nossa empresa trabalha apenas com os melhores produtos e materiais, e tem uma grande variedade de utensílios para os confeiteiros, confira! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply Como Fazer Trufas Recheadas Com Formas de Policarbonato – Chef Center Blog julho 10, 2017 at 1:49 pm

    […] Conheça os diferentes tipos de molde de chocolate aqui. […]

  • Reply cafeoucafe dezembro 19, 2017 at 10:58 am

    adorei o post, me ajudou muito!!
    obrigada

  • Reply Como embalar chocolate adequadamente e ainda preservar o sabor? - Chef Center BlogChef Center Blog março 8, 2018 at 4:03 pm

    […] quem trabalha com chocolate, um dos maiores desafios é a forma adequada de embalá-lo. Por ser um produto delicado, precisa de […]

  • Reply 5 Passos Para Derreter e Temperar Chocolate Perfeitamente - Chef Center BlogChef Center Blog fevereiro 13, 2019 at 11:14 am

    […] chocolate apenas derretido vai demorar para endurecer, não fica brilhante e não solta da forma (gruda) facilmente. Ele pode apresentar ainda manchinhas e pontinhos esbranquiçados, além de […]

  • Reply Aprenda como fazer ovo de páscoa para vender com estas dicas!Chef Center Blog março 4, 2020 at 11:16 am

    […] sempre matérias-primas de boa qualidade, invista em chocolate belga, formas de qualidade, elementos que influenciam no brilho do ovo de Páscoa e embalagens bonitas e […]

  • Deixe uma resposta

    %d blogueiros gostam disto: