Empreendedorismo

Saiba como cobrar clientes de maneira amigável

Abril 11, 2018
Tempo de leitura 3

Para quem tem pequenos negócios como a produção de confeitaria, a hora de solicitar o pagamento de um cliente devedor pode ser bastante difícil, principalmente se for um amigo ou um familiar. O produtor pode ficar constrangido, mas, em vista de tomar prejuízo, precisa receber. Como cobrar clientes sem ser mal-educado ou irritante, colocando em risco a parceria de vendas que já se estabeleceu?

Se você tem dificuldades nessa área, separamos algumas ideias que vão ajudar na hora de conversar com os devedores. Confira!

Cobrar é um dever

Entenda que, no momento em que você decidiu exercer determinada função, escolheu também ser pago por isso ― salvo em situações bem específicas nas quais fica claro desde o início que o produto não será cobrado. Portanto, saiba que receber pelo seu trabalho não é nada constrangedor, nem mesmo lembrar as pessoas disso.

Na hora de cobrar, tenha em mente que o que você pede do cliente não é nada absurdo: é simplesmente a base das transações comerciais, que ele com certeza também conhece. Seja educado e esteja aberto a negociações, mas também mantenha-se firme: se já vendeu, então é o momento de receber.

Negociar é uma arte

É muito comum, principalmente com quem produz de forma artesanal, não ter um sistema rígido de cobranças. Muitas vezes o círculo de clientes se confunde com o de amigos e familiares, e a negociação é um processo frequente ― tanto para que o cliente possa pagar depois (o famoso “fiado”) quanto para dar um desconto de maiores quantidades e indicações. O fato é que estar apto a barganhar cria uma oportunidade muito maior de vendas.

Mas, atenção: não aceite tudo. Saiba onde os limites devem ser estabelecidos para que você não seja uma parte fraca na negociação. Isso não significa que deva ser inflexível, apenas seguro de que aquele acordo não vai ser prejudicial.

Por exemplo, se você consegue vender fiado durante o mês sem que falte dinheiro para continuar com a produção, não faz mal deixar que paguem tudo ao fim do mês. No entanto, o fato de vender fiado já é uma concessão da sua parte, portanto não precisa ter vergonha de dar aquela lembradinha: “acertamos no fim do mês então, pode ser?”.

E se chegar o fim do mês e o cliente esquecer, seja persistente: “podemos acertar na próxima?”. Mesmo se ele não puder pagar no dia, vai saber que precisa zerar a conta antes de comprar de novo aquele brownie maravilhoso que tanto quer.

Facilitar é uma estratégia

O objetivo de cobrar clientes é receber, portanto se você restringir os métodos de pagamento, vai ser difícil para o consumidor fazê-lo rapidamente. Hoje, a tecnologia pode ser uma parceira bem útil na hora de fazer a cobrança. Quanto mais aberto você for a ela, mais bem-sucedido será na hora de receber.

Para cobrar, você não precisa esperar a próxima vez que vir a pessoa — principalmente se seus encontros são mais ao acaso ou por vontade da própria. Tenha uma mensagem padrão para enviar por e-mail, WhatsApp, Facebook ou pela forma de contato que vocês estabeleceram. Diga a ela que você está fechando as contas do mês e deixe claro o valor pendente.

Ao final, exponha algumas opções de pagamento ― pessoalmente, por transferência bancária ou cartão (se você vende muito, pode ser uma boa ter uma maquininha). Seja simpático, mas não disfarce a mensagem como se fosse outra coisa: você está cobrando porque precisa receber.

E aí, vai pôr em prática essas dicas de como cobrar clientes? E para ficar por dentro de outras dicas sobre o mercado da venda de doces, assine nossa newsletter e não perca nenhum texto!

Você também pode gostar

1 comentário

  • Reply Entenda a importância do planejamento financeiro para seu negócio! - Chef Center BlogChef Center Blog Abril 20, 2018 at 10:30 am

    […] tiver contato com seus devedores, é interessante lembrá-los sobre as datas de vencimento. Isso pode ajudar no recebimento em […]

  • Deixe uma resposta

    Scroll Up
    %d blogueiros gostam disto: