Empreendedorismo

Como divulgar meu trabalho na internet? Confira 5 dicas

maio 22, 2018
Tempo de leitura 7

Se você trabalha sozinho ou em uma microempresa, às vezes, pode ser difícil gerenciar todos os processos, desde a produção até a promoção do negócio. Então, surge a dúvida: como divulgar meu trabalho e ser reconhecido?

A internet chegou para facilitar a venda e a divulgação massiva e gratuita de produtos e serviços oferecidos por pequenos empreendedores. Nesse cenário, o celular e as plataformas mobile, como sites e aplicativos, cada vez mais populares, estão disponíveis para estreitar a relação entre empreendedores e clientes.

Mas como fazer isso de forma prática e eficiente, sem a necessidade de uma equipe por trás? Neste texto, vamos dar algumas dicas de como usar a internet para aumentar seu alcance, fortalecer o time de clientes e melhorar o retorno financeiro, por meio das redes sociais e plataformas de anúncios pagos. Vamos lá?

1. Facebook

É quase impossível escapar do Facebook hoje em dia, pois quase todas as pessoas mantêm um perfil na maior rede social do mundo. Além de conectar os usuários, o Facebook também oferece várias funcionalidades legais para melhorar o alcance e o contato entre empresas e clientes.

Criando uma página, você vai poder divulgar seu trabalho, trocar mensagens com interessados, manter uma rede de pessoas atualizadas e informadas sobre o que você faz e, ainda, dá para fazer anúncios pagos direcionados a certos grupos de potenciais clientes, por exemplo, restringindo-se a uma região.

Mantenha sua página ativa e não fique muito tempo sem postar. Se não tiver conteúdo próprio, republique conteúdos que julgar interessante para seus seguidores e você logo vai sentir o impacto nas suas vendas.

Como fazer anúncios no Facebook?

O Facebook tem um mecanismo (algoritmo) que faz com que nem todas as postagens de uma página alcancem todos os seus seguidores. Por essa razão, quem deseja alcançar um público maior e ter mais engajamento precisa investir em anúncios patrocinados, chamado de Facebook Ads.

O Facebook Ads funciona como uma mídia paga da rede social e oferece diferentes formatos de anúncios. Devido às opções de segmentação, a plataforma gera um maior número de conversões, ou seja, ações do usuário de acordo com seu público.

Os anúncios gerados por essa ferramenta têm uma grande variedade de formatos para campanhas, incluindo textos, vídeos e fotos, além de chamadas para ação como convite para acessar um site, fazer um cadastro ou baixar um aplicativo.

O pagamento é feito com cartão de crédito dentro da própria plataforma e o valor depende da quantidade de pessoas que você deseja alcançar. Vale lembrar que quanto mais pessoas dentro de um público segmentado maior será o valor.

2. Instagram

O Instagram é uma rede social que dá muito valor às imagens e é a segunda rede social mais usada no Brasil, ficando atrás apenas do Facebook. Então, se você tem um produto que é visualmente chamativo, bolos ou doces, por exemplo, o Instagram é mais uma das redes que não podem ficar de fora na hora da divulgação.

O mais interessante no Instagram é que ele permite que você compartilhe conteúdos sem aquela cara de publicidade tradicional. O uso de hashtags, da marcação de amigos, do stories (vídeos instantâneos que somem depois de 24 horas), tudo isso encoraja uma temática mais livre sobre o dia a dia, em vez de algo mais engessado. Aproveite essa particularidade para mostrar seu processo de produção, curiosidades sobre sua região de atuação, clientes satisfeitos etc.

Como fazer anúncios no Instagram?

Assim como no Facebook, o Instagram também tem diversas ferramentas para impulsionar seu conteúdo, gerando mais engajamento e visualizações. No Instagram Ads, é possível fazer o direcionamento interligado com o Facebook e os parâmetros de segmentação podem ser de localização, idade, sexo, interesses (baseados nos perfis que segue), tipo de dispositivo de acesso, públicos especiais (acesso de sites, por exemplo), dentre outros.

Os anúncios desa plataforma podem ser em diversos formatos como carrossel de imagens, vídeos, stories, imagens e texto-descrição ou texto na imagem. Ao utilizar a rede social, o usuário verá o anúncio como se fosse um post normal, porém, com a indicação de ser patrocinado. É interessante observar as métricas de resultado, ver em qual formato de anúncio sua marca está tendo melhor desempenho e apostar sempre em conteúdo criativo e que desperte a atenção do público-alvo.

3. Site e blog

Com layouts prontos e serviços gratuitos de criação, é muito fácil ter um site hoje em dia. Capriche nas fotos e nas descrições dos produtos e tenha a parte de “contato” visível e de fácil acesso, para que as pessoas saibam onde encontrar você. Isso aumentará muito as chances de sucesso.

Se você tem um tempo a mais para cuidar da divulgação do seu trabalho ou alguém que possa ajudar, uma boa ideia é manter um blog como uma página especial do site. Ele pode misturar conteúdo informativo sobre aquele produto e textos mais livres sobre seu cotidiano. O importante é se mostrar presente para o leitor, com informações interessantes, o que vai agregar valor à marca.

4. YouTube

O YouTube é o segundo maior buscador da internet — atrás somente do Google, ao qual o Youtube pertence. Aproveite esse dado para ser encontrado também por lá. Quem sabe você pode fazer tutoriais ensinando alguma receita ou desenvolver um vlog, explicando assuntos pertinentes à área.

O YouTube também é um site interessante, porque pode funcionar como rede social, na qual você responde comentários, segue outros canais e entra em “correntes” que a própria comunidade da plataforma sugere.

Como fazer anúncios no YouTube?

Mais do que divulgar vídeos variados, o YouTube também oferece a possibilidade de criar anúncios distintos que vão atingir um público específico.

Na plataforma, é possível criar vídeos que rodam por 5 segundos, anúncios que ficam em destaque de acordo com as palavras-chave definidas pela campanha, sugestão de vídeos baseadas nas escolhas do usuário e também vídeos maiores no início ou durante a exibição do conteúdo, nos quais o espectador tem a opção de pular.

Para cadastrar os vídeos no YouTube, é preciso ter conta no Google Adwords e você só paga se o usuário assistir ao seu conteúdo por mais de 30 segundos.

As principais vantagens de utilizar essa ferramenta são as grandes chances do anúncio ser visualizado, a segmentação de acordo com interesses e outras características do público, baixo custo e liberdade para definir o horário.

5. WhatsApp

A maioria das pessoas fica o tempo todo alerta ao celular. Uma boa maneira de aproveitar é desenvolver uma estratégia de divulgação pelo WhatsApp. Como é uma forma de contato mais direta, o risco é insistir demais e criar antipatia no cliente.

Um jeito legal de usar o app é participar de grupos com gente do ramo e utilizar como uma plataforma de atendimento ao cliente, para tirar dúvidas, negociar, trocar dados pessoais, marcar encontros etc. Também dá para se beneficiar do WhatsApp ao divulgar promoções e mensagens especiais esporádicas para uma lista grande de clientes e amigos.

Você ainda pode estar se perguntando: já sei como divulgar meu trabalho, mas como saber se está dando certo? A dica é simples: ao usar essas plataformas monitore seus resultados, veja quem é o seu público e em qual desses canais está mais presente. Além dessas dicas, uma funcionalidade que pode ajudar nas vendas são os aplicativos de entrega, como o iFood, o UberEats ou o Apptite, facilitando para clientes da cidade inteira encontrarem suas iguarias.

Quer aprender mais sobre esse assunto? Acesse o nosso artigo sobre como vender bem-casados!

Você também pode gostar

1 comentário

  • Reply Como trabalhar bem com embalagens de papel? - Chef Center BlogChef Center Blog junho 9, 2018 at 4:54 pm

    […] a aplicação de vernizes, cortes especiais e alto-relevo. Alinhe a embalagem à estratégia de comunicação da sua marca para dar um visual coeso a seus […]

  • Deixe uma resposta

    Scroll Up
    %d blogueiros gostam disto: