Curiosidades

Confira 3 tipos de pudim diferentes para fazer

agosto 3, 2018
Tempo de leitura 4

Falaremos de uma sobremesa que, por ter tantos tipos e diferentes receitas, consegue agradar a todos. Neste post, você conhecerá deliciosos tipos de pudim — alguns segmentos para sua comercialização, além de interessantes maneiras para lucrar.

Diferente de alguns outros pratos doces, que surgiram ao acaso e foram pouco a pouco se popularizando, o pudim tem uma história bem curiosa, que se iniciou em Portugal, há alguns séculos.

Contam os historiadores que um abade português foi o criador do prato que deu origem ao atual pudim. Porém, até sua morte, a receita era algo secreto, apesar da fama que sua sobremesa tinha no país. Há relatos de que, para ter certeza de que sua criação era única, o tal abade fez um concurso para descobrir se alguém conseguia reproduzir sua receita. Não houve sucesso.

Somente quando a receita do abade foi revelada, descobriu-se os ingredientes básicos: gemas de ovos, açúcar, água e toucinho de porco. Com o tempo, o prato atravessou fronteiras e conquistou diversos países.

O pudim, além de uma sobremesa sensacional, também pode ser considerado um ótimo produto para se vender na área de confeitaria, visto que gera lucros superiores a outros tipos de doces, além da simplicidade para se produzir. Vejamos, a seguir, 3 tipos de pudim que farão sucesso.

1. Pudim de leite condensado: o mais tradicional entre os tipos de pudim

pudim de leite condensado é uma das melhores sobremesas, tanto para quem aprecia um bom doce quanto na facilidade para preparo e venda.

Tem como receita tradicional, ingredientes e modo de preparo bastante simples: leva leite, ovos e leite condensado, além da calda de açúcar e água. Com uso de boa receita, execução e formacorretas, dificilmente se falha nesse pudim, o que permite reduzir perdas na produção.

Como é uma receita que deve ser servida gelada, é conveniente prepará-la com certa antecedência, considerando que seu preparo e tempo para gelar levar em torno de 10 horas. A comercialização é flexível: pode ser vendido o pudim todo, em bons pedaços ou embalagens individuais.

2. Pudim vegano de maracujá: deliciosa e diferenciada opção

O maracujá é uma das melhores frutas para se trabalhar na cozinha, pois possui sabor marcante, que contrasta com outros sabores padrões, principalmente quando estamos tratando de doces.

Além disso, na opção vegana, onde o leite condensado comum é substituído pelo leite condensado de soja, é uma receita que conquista a todos, se diferenciando dos tradicionais pudins.

Como leva, além do citado leite condensado de soja, suco de maracujá e maracujá como fruta, maisena e açúcar, é uma sobremesa que traz boa lucratividade nesse nicho que cresce a cada dia. Certamente, esse pudim de maracujá, que poderá ser comercializado em fatias ou inteiro, agradará aos paladares exigentes e também aos clientes que optaram pelo veganismo!

3. Pudim de Nutella: na moda e de maior requinte

Outra receita fácil e com grande força comercial — devido ao produto principal que a compõe. Como a Nutella tem muitos fãs, ela é a grande motivadora para o sucesso nas vendas desse tipo de sobremesa, sobretudo por ser um produto da moda.

pudim de Nutella possui preparo tão fácil quanto os demais pudins citados, entretanto apresenta margem de lucro menor para vendas, diante do valor elevado do ingrediente principal. Ainda assim, é uma delícia que conquistará os fanáticos pelo creme de avelã, assim como os que simplesmente curtem apreciar um bom pedaço de pudim.

Além dessas 3 grandes opções, existem milhares de outras receitas, até mesmo salgadas, que podem surpreender os adoradores de pudim.

O ideal para se obter sucesso com a venda desse tipo de doce é compreender bem seu público, interagir com as novidades do mercado e lançar boas receitas — bem elaboradas e executadas, agradando e fidelizando seus clientes.

Prever a chegada de frutas de estação, assim como novidades que poderão ser a próxima sensação do mercado, permite a aquisição de ingredientes com valores mais baixos, com bom retorno financeiro e venda diferenciada — uma boa maneira de cativar e trazer nova freguesia.

Gostou das dicas sobre bons tipos de pudim? Então deixe seu comentário no post!

 

Você também pode gostar

1 comentário

  • Reply Conheça os diferentes tipos de formas para doces e saiba como escolher!Chef Center Blog setembro 17, 2018 at 4:54 pm

    […] a hora de desenformar. Principalmente para doces com texturas mais delicadas e quebradiças, como pudins ou cupcakes. Por ter uma textura macia e ser antiaderente, esse tipo de forma permite que o doce […]

  • Deixe uma resposta

    Scroll Up
    %d blogueiros gostam disto: