Técnicas

Aprenda como utilizar corretamente a folha de acetato para bolos

maio 18, 2020
folha de acetato

A finalização dos bolos do confeiteiro ao lado parece mais bonita que a sua? Isso pode ter diversas causas, como a técnica ou os ingredientes usados. Porém, se você segue a receita direitinho, então só resta uma explicação: a folha de acetato.

Caso você não tenha ouvido falar nesse utensílio, saiba que isso precisa mudar já! Afinal, ele é indispensável para quem trabalha com vendas de bolos. Isso porque você sabe que a confeitaria é uma arte e exige bastante cuidado com a estética, não é? Por isso, a folha de acetato é essencial, já que proporciona um acabamento mais profissional aos seus bolos, além de oferecer praticidade ao seu dia a dia.

Quer saber mais sobre a folha de acetato e os segredos de como usá-la corretamente? Então, é só continuar a leitura atentamente e conferir nossas dicas! Vamos lá?

Escolha o tipo correto para o seu objetivo

Existem basicamente dois modelos de folha de acetato. O tipo mais comum, que é o assunto principal deste post, é a versão mais simples, muito usada para bolos em camadas, como o naked cake. Trata-se de uma placa lisa, vendida em diversos tamanhos e larguras, e bastante útil para sustentar toda a massa e o recheio, impedindo que o conteúdo vaze e estrague todo o seu trabalho. Com certeza, é um dos tipos mais usados e é indispensável para os confeiteiros.

Além disso, também existe a placa de acetato texturizada. Ela nada mais é do que uma folha com desenhos por toda sua extensão. Esse modelo é recomendado para quem deseja dar um toque mais artístico a bolos, bombons e doces. Para usá-la, basta derramar uma quantidade de chocolate temperado e espalhar bem com a ajuda de uma espátula. O resultado é uma espécie de muro de gostosura que costuma ser colocado em volta dos bolos. Uma delícia.

Considerando que você seja um confeiteiro que goste de trazer inovações e que trabalhe com diferentes produções, ter os dois modelos é um bom negócio. Assim, você ganha mais possibilidades para criar, agora de forma mais prática e profissional. Quem sabe você não traz a novidade que os seus clientes estavam esperando e que vão potencializar suas vendas

Espere o bolo esfriar

Aqui vai um erro comum na hora de montar um bolo em camadas: fazer o procedimento com a massa ainda quente. Mesmo com a ajuda da folha de acetato, é preciso esperar esfriar, afinal, lembre-se de que a ideia é que ele fique firme no final, por isso, você precisa estruturar para que ele ganhe altura.

Sendo assim, não esqueça: depois de chegar ao ponto de cozimento da massa, deixe o bolo descansando antes mesmo de dividir as camadas. Apenas depois que ele estiver mais frio é o momento de começar a sua montagem. Inclusive, você pode desenformá-lo para o processo ser mais rápido, já que a forma vai ajudar a manter o calor.

Coloque a folha com cuidado

Depois que o bolo estiver pronto para a montagem, chegou a hora de colocar o acetato na forma. Como ele é bem maleável, pode ser que você encontre dificuldades para mantê-lo no lugar enquanto encaixa o bolo, mas é tudo uma questão de prática.

Também é possível que a folha não seja grande suficiente para cobrir toda a lateral. Não tem problema, você pode usar duas e colar as extremidades com fita adesiva. Contudo, lembre-se de colocar esse lado para fora para que não entre contato com o bolo.

Preencha com atenção

Chegou a hora de rechear o seu bolo. Para isso, o recheio também não pode estar quente para não fazer tudo desandar ou deixar a massa murcha e sem textura. Na hora de preencher, o ideal é que você utilize uma espátula e espalhe todo o creme com calma. Fique atento para criar camadas de tamanhos iguais, principalmente se o objetivo é fazer um belo naked cake.

Outro detalhe muito importante é preencher os cantos com cuidado para não sobrar e nem faltar recheio. Além disso, ao colocar a segunda camada de bolo, pressione a massa levemente para deixar tudo uniforme.

Deixe na geladeira

Esse é um passo muito importante e não deve ser deixado de lado. Pois, não adianta nada seguir todo o passo a passo e não respeitar o tempo de refrigeração. Isso porque para que a folha de acetato estruture o bolo é necessário que ele fique na geladeira, pelo menos, de um dia para o outro. Dessa forma, você obterá um bolo firme e não ficará na dúvida se ele vai aguentar ou não a cobertura que virá em seguida.

Retira a folha 

Na hora de tirar o acetato, nada de sair puxando de qualquer jeito, pois certamente você acabará tirando uma parte do bolo e recheio no processo. Portanto, uma dica boa e muito útil é, depois de retirar com cuidado a fita adesiva que prendia a extremidade, use uma espátula de forma a pressionar a folha para fora. 

Faça isso, sem encostar muito no bolo, mas sim empurrando para o lado do acetato. Dessa maneira, você deixa tudo intacto para receber a cobertura e a finalização que preferir. Lembrando que a folha é reutilizável e de preço bem acessível, ou seja, só vantagens.

Como você aprendeu neste post, a folha de acetato é um recurso bastante indispensável para fazer bolos em camadas. É ela que dá estrutura para receber todo o recheio, oferece a possibilidade de fazer bolos mais altos e ainda melhora a qualidade das suas preparações, deixando a aparência bem mais profissional.

Não sobraram mais desculpas para não ter uma dessas na sua cozinha, não é mesmo? Principalmente quem trabalha com confeitaria, seja profissionalmente ou como iniciante, o que mais queremos é otimizar o nosso tempo para conseguir fazer tudo o que precisamos. A folha de acetato pode trazer a praticidade que estava faltando para a sua produção.

Além das dicas apresentadas até aqui, existem outros segredos para fazer o bolo de camadas perfeito. Quer saber mais? Então confira já este guia completo!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: