Curiosidades, Receitas

Da Onde Vem a Bruschetta? E uma receitinha…

maio 29, 2020

A bruschetta é um petisco italiano muito consumido pelo mundo. Com um sabor suave e delicioso, ela saiu dos restaurantes para virar a queridinha dos botecos e bares brasileiros, que passaram a incorporar essa entrada ao cardápio. A origem da bruschetta é italiana e faz bastante sucesso hoje em dia.

O prato é servido como aperitivo ou entrada e começou como uma maneira de reaproveitar as sobras dos pães que os trabalhadores comiam em seu intervalo de descanso. Ela é composta por alguns ingredientes principais: tomate, pão e alho, mas hoje existem várias variações desta delícia!

Se você deseja saber a origem da bruschetta, como prepará-la e as principais curiosidades sobre esse prato italiano, não perca o nosso post. Boa leitura!

Qual a origem da bruschetta?

A bruschetta originalmente vem da Itália e era composta apenas de pão e azeite, para aproveitar as sobras do dia anterior. Os responsáveis por essa delícia são os trabalhadores rurais, que cobriam o pão velho com azeite, com o objetivo de proporcionar um sabor melhor.

Com o passar do tempo, essa torradinha de azeite e pão passou a ser usado para a degustação de diferentes azeites, demonstrando os aspectos e as qualidades de cada um.

Originalmente, a bruschetta era um alimento que servia aos pobres, que usavam o pão velho e o azeite para cobrir e proporcionar um sabor agradável. Dessa maneira, a preparação matava a fome dos fazendeiros italianos no campo. Entretanto, com o passar do tempo, a receita se tornou uma iguaria e passou a ser consumida pela alta sociedade.

A receita funcionou bastante e está presente até hoje, se popularizando em vários países com influência italiana, e cada vez mais é possível encontrar versões mais sofisticadas e aprimoradas.

Como preparar a bruschetta?

Hoje a bruschetta clássica de tomate pode ser feita de várias formas, mas a receita que faz com que ela se torne deliciosa inclui manjericão e alho. Confira, a seguir, como prepará-la.

Ingredientes

  • 1 baguete de pão italiano ou ciabatta;
  • 2 colheres de azeite;
  • 2 dentes de alho (ou a gosto);
  • 2 tomates grandes maduros sem pele, cortado em cubos;
  • sal e pimenta do reino fresco a gosto;
  • manjericão fresco a gosto.

Modo de Preparo

Pique o alho em pedaços bem pequenos, e deixe dentro do azeite por aproximadamente uma hora. Depois, corte o pão em fatias de 1 a 2 cm. Pincele as fatias de pão com o azeite, e leve ao forno para esquentar. Enquanto isso, pique os tomates sem pele e tempere com mais azeite, sal e pimenta. Se preferir, leve ao forno por alguns minutos para amolecer.

Remova o pão do forno e com o auxílio de uma colher, coloque os tomates picados em cima do pão. Pique o manjericão e coloque em cima. Se quiser, adicione mozzarella de búfala. Regue-a com azeite e sirva em seguida.

Quais são as curiosidades da bruschetta?

A bruschetta é um prato muito típico e é rodeada de curiosidades. Confira, a seguir, quais são as principais.

A palavra vem de um verbo italiano

A palavra bruschetta vem do verbo italiano bruscare, que tem como significado torrar, e da palavra bruscato (tostado). Ela é conhecida dessa maneira na região do Lazio, onde surgiu, e em quase toda a Itália. Na Toscana muitas pessoas a chamam de fetunta, que tem origem da palavra “Fetta Unta”, com o significado de fatia untada.

A bruschetta pode ser preparada com vários tipos de pães

Na Itália o pão utilizado para preparar uma deliciosa bruschetta é o sourdough, que é feito com fermento natural, além de ser com casca grossa e crocante, proporcionando uma maior durabilidade. No Brasil, esse pão é conhecido como pão italiano.

No entanto, por aqui, outros tipos de pães também podem ser usados para fazer o petisco, fato que também se repete em alguns locais da Itália. Portanto, a bruschetta pode ter um sabor mais forte em algumas regiões e, principalmente, uma textura diferente.

É uma das entradas mais consumidas em todo o mundo

A bruschetta, por ser um petisco rápido, simples e gostoso, é um dos pratos mais consumidos no mundo. Em vários restaurantes e bares é possível encontrar a preparação com os mais variados sabores, incluindo tomate e manjericão, abobrinha, cebola, milho, bacon, tomate e pimentão, queijo brie e cogumelos.

Agora que você já sabe a origem da bruschetta, é hora de começar a preparar e colocar à venda essa receita saborosa. Por isso, se você tem uma confeitaria ou padaria, não deixe de servir esse petisco para os seus clientes para alavancar ainda mais as vendas.

Gostou deste post? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam a história da bruschetta!

Fonte: http://www.acaogourmet.com.br/news/historia-da-bruschetta/

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: