Dicas

8 principais tipos de nozes e castanhas que você precisa ter na sua cozinha

julho 8, 2020

Existem vários tipos de nozes e castanhas que podem ser usados na cozinha para deixar os pratos mais gostosos e nutritivos. Esses alimentos ricos em substâncias benéficas são uma excelente fonte de nutrição e têm um sabor próprio, que pode ser o toque de chefe que um prato tradicional precisa para impressionar.

Embora tenham diversas semelhanças, eles também têm inúmeras diferenças, que fazem com que cada uma seja único. São inúmeros aromas, cores, utilidades e preços, que variam bastante também. Você certamente encontrará na nossa lista várias nozes e castanhas para usar em seus preparos. Então, vamos à nossa lista!

1. Amêndoa

A amêndoa é uma oleaginosa originária da Europa. Os maiores produtores mundiais são a Espanha e Portugal. Ela é riquíssima em cálcio, magnésio, antioxidantes, Vitaminas B1 e E, gorduras monoinsaturadas e minerais, o que faz com que ajude a prevenir diversos problemas de saúde e seja uma excelente fonte de nutrientes.

Além disso, é tradicionalmente utilizada em diversas receitas, doces e salgadas e sua composição traz diversos benefícios à saúde. Também é recomendada para quem tem restrições alimentares em razão do baixo teor glicêmico e ajuda a proteger o coração de doenças cardiovasculares. Fica deliciosa em bolos e sua farinha é utilizada no preparo de sobremesas incríveis, como o Macaron.

2. Pistache

O pistache é a oleaginosa com a cor mais marcante. Um verde muito vivo que faz com que ele seja utilizado na decoração de todo tipo de prato. O sorvete de pistache é um clássico ao redor do mundo, e também é consumido in natura, apenas quebrando a casca, como tira-gosto.

Um dos usos mais tradicionais dele na cozinha é para a formação de crostas em carnes grelhadas, justamente por conta da sua cor diferenciada que combina muito bem com o rosa, vermelho e alaranjado. Original do sudeste asiático, esse alimento ganhou o gosto dos americanos e é bastante cultivado na califórnia.

3. Amendoim

A versatilidade nos usos culinários é uma característica de todos os tipos de nozes e castanhas, mas o amendoim é um campeão nesse quesito. Isso porque ele tem diversos dos benefícios típicos desse tipo de alimento e pode custar uma fração do preço da maioria deles aqui no Brasil.

Por ser originário do Brasil e outros países da America do Sul, tem um custo bem menor, por isso, não é tão valorizado quanto outras oleaginosas. O que é uma grande injustiça, já que ele é riquíssimo em nutrientes e ainda tem a fama de contribuir para a força e a virilidade.

4. Avelã

A avelã se popularizou mundo afora como uma parceira inseparável do chocolate. Essa mistura é amplamente utilizada em todo tipo de sobremesa. A pasta de avelã com chocolate se tornou um clássico e é a favorita de crianças e adultos, tendo marcas famosas e tradicionais, e sendo utilizadas em diversos preparos de sorvetes e milk shake.

Ela é a oleaginosa mais recomendada para o combate ao colesterol ruim e aumento dos níveis de colesterol bom, por ser riquíssima nas gorduras monoinsaturadas características desse tipo de alimento. Ela pode ter até o dobro da quantidade desse tipo de gordura do que a castanha do caju, por exemplo.

5. Nozes

As nozes são originárias da América do Norte e acabaram recebendo, no Brasil, o nome do tipo de alimento a que pertencem. Elas são tradicionalmente consumidas em maior abundância no Natal e apresentam uma textura que favorece, principalmente, seu consumo in natura.

São riquíssimas em ômega 3, uma substância que protege o cérebro e o coração de doenças e auxilia no bom funcionamento deles. Os bolos e biscoitos com nozes trituradas são deliciosos!

6. Macadâmia

A macadâmia é, de todas as oleaginosas da nossa lista, aquela com maior teor de gordura e menor índice de carboidratos e proteínas. Ela é rica em Ômega 7, que ajuda na queima de gorduras pelo organismo e também a reduzir o apetite.

Originária da Austrália, ela começou a ter seu consumo mais difundido no Brasil recentemente. Por conter um sabor mais neutro que as outras e quase nenhuma coloração ela é utilizada em preparos principalmente pela textura. O caramelo, entre outros acompanhamentos de sabor mais marcante, é um par perfeito para ela!

7. Castanha do Pará

Também conhecida como castanha do Brasil ela também é nativa nas nossas florestas. Ela cresce em árvores altíssimas dentro de ouriços que são duros como cocos. Quando estão maduras elas caem e é preciso quebrar a casca duríssima para chegar à castanha. Apesar da referência ao Pará ela está presente em quase todo o Brasil.

Ela tem propriedades muito peculiares. É uma excelente fonte de selênio, um mineral fundamental para o organismo que tem diversas funções benéficas, como o controle da tireoide e o fortalecimento do sistema imunológico. Assim como as outras oleaginosas da nossa lista, não deve ser consumida em excesso!

8. Castanha de caju

Os cajueiros são plantas muito populares no nordeste do Brasil, principalmente no estado do Ceará. Seu fruto é utilizado em diversas receitas tradicionais, além de serem usados no preparo do delicioso suco tão popular. A castanha de caju cresce entre a fruta e o caule da árvore e precisa ser seca e tostada.

Essa é, certamente, uma das mais deliciosas oleaginosas da nossa lista! É possível produzir um leite a partir dela que substitui o leite de vaca em quase todos os preparos. O mineral mais abundante em sua composição é o zinco.

Certifique-se de consumir diariamente, com moderação e variando sempre, algum dos tipos de nozes e castanhas. Isso trará diversos benefícios à sua saúde. Também não deixe de utilizá-las em suas receitas de formas criativas para acrescentar valor nutricional, textura e sabores incomparáveis.

Esperamos que você tenha gostado desse conteúdo. Agora que você já sabe um pouco mais de cada uma dessas oleaginosas ricas e deliciosas, uma boa ideia é ler nosso artigo sobre os doces típicos do Brasil e preparar alguns utilizando nozes e castanhas. Reinventar alguns desses doces com a sua assinatura pode te levar a um grande sucesso!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: