Empreendedorismo

Conheça 9 tipos de tortas para aumentar o seu lucro

outubro 7, 2020
tipos de tortas

Que tal falarmos sobre um prato delicioso e, que só de olhar, já dá água na boca? Hoje, vamos conhecer alguns tipos de tortas, que podem ser vendidos de diferentes maneiras e são garantia de um bom lucro e muito sucesso!

Sabemos que um bom pedaço de torta, em qualquer clima ou momento, sempre cai bem. Isso pode ser um grande aliado do seu negócio. Seja em fatias, potinhos ou servida de outras formas, a torta é um prato bastante flexível, facilitando a produção e a comercialização.

Outra grande vantagem desse tipo de alimento é a boa adaptação ao delivery: podendo ser vendidas ao cliente em temperaturas mais quentes, frias ou, até mesmo, congeladas, elas são fáceis de transportar e chegam às mãos dos consumidores sem problemas relacionados à embalagem ou ao transporte.

Continue a leitura e conheça uma seleção especial de tipos de tortas que vai alavancar as suas vendas!

1. Torta de frango ou empadão: clássica e deliciosa

Sua massa levemente quebradiça é a paté brisée, muito conhecida como “massa podre”. Basicamente, leva farinha e manteiga gelada (podendo ser substituída por gordura vegetal), além de água e sal. É importante manter a água e a manteiga sempre geladas, evitando que a massa esfarele demais após assada.

Seu recheio, o peito de frango, deve ser cozido, desfiado e refogado preferencialmente com pouco molho de tomate, apenas para dar umidade e tirar o aspecto pálido da carne. Deverá ser colocado dentro da torta com a massa montada em forma de fundo removível, sendo necessário cobrir o recheio com mais massa.

Para a decoração, pode-se utilizar as aparas da massa e gema de ovo pincelada, deixando a torta mais dourada.

A torta poderá ser vendida inteira, por quilo ou em fatias — essa última possibilidade com o maior lucro, chegando a 100% ou mais.

2. Torta caipira: a mais prática entre os tipos de tortas

Essa torta é flexível quanto ao recheio, ao formato de venda e também por poder ser consumida a qualquer hora! Um bom e diferenciado recheio é o de linguiça toscana, que poderá ser substituída (ou incrementada) por calabresa, palmito, atum, entre outros.

Tem como característica ser preparada em liquidificador. A massa é composta por farinha de trigo, ovos, leite, óleo, temperos e fermento em pó.

A montagem é fácil: após liquidificar todos os ingredientes da massa, deixando-a líquida, espalhe a metade numa forma, cobrindo com o recheio picado e previamente frito ou cozido. Em seguida, cubra a mistura com o restante da massa. Não haverá muita separação entre massa e recheio, sendo justamente esse o charme dessa torta que apresentará consistência próxima a um pão caseiro.

Sua venda poderá feita em generosos pedaços montados em marmitinhas. O lucro é satisfatório considerando a fácil montagem, o baixo custo e o ótimo rendimento.

3. Quiche: leveza e sofisticação em uma receita incrível

A receita que muitas pessoas acham que é de origem francesa, na verdade, vem da Alemanha. A palavra “quiche”, inclusive, vem do alemão “kuchen” e significa torta.

Basicamente, trata-se de uma torta aberta com recheios diversos, sendo os mais comuns queijo, alho-poró e frango. Mas um grande clássico é, sem dúvidas, a quiche Lorraine (essa sim, francesa), que tem no recheio leite, ovos e bacon.

A massa é bastante simples, e leva apenas farinha, manteiga gelada, água e sal. Já no recheio, você pode colocar a sua própria identidade e criar as suas versões de quiche — lembrando, apenas, de manter essa mistura mais cremosa e não colocar nenhum tipo de “tampa”.

O segredo da quiche é pré-assar a massa e só depois colocar o recheio na forma de uma maneira organizada: no caso da quiche Lorraine, por exemplo, coloque primeiro o queijo ralado, em seguida o bacon e, por cima, o creme de leite batido com os ovos.

Por ser um produto sofisticado e leve, é possível vender a quiche em fatias no seu estabelecimento ou aceitar encomendas da torta inteira, para eventos, brunchs, coffee breaks etc.

4. Torta de legumes: sucesso garantido entre os vegetarianos

Nem só de carnes vermelhas e brancas são feitos os recheios das tortas. Afinal, os vegetarianos estão cada mais numerosos no Brasil e no mundo, e é preciso atendê-los para não perder uma importante fatia do mercado.

Nesse sentido, a torta de legumes é uma excelente opção, e o mais interessante é que, em muitas receitas, basta apenas substituir o frango pelos legumes e voilá! Até mesmo a torta caipira que já mostramos, feita no computador, fica deliciosa se recheada com cenoura, brócolis, pimentão, tomate etc.

Aproveitando esse conceito mais saudável, vale a pena experimentar versões com a massa integral ou, até mesmo, veganas, sem ovos e leite na receita.

5. Torta de palmito: para ser apreciada quente ou fria

Mais uma deliciosa opção que substitui a proteína animal é o palmito. Fácil de trabalhar e com um sabor que agrada a muitos consumidores, o ingrediente é um verdadeiro curinga no universo das tortas, e pode ser a base do recheio de quiches ou tortas clássicas de massa podre.

Outro grande diferencial é que a torta de palmito pode ser servida quente ou fria, assim como a de frango, o que torna o consumo e a venda mais práticos.

Para inovar no recheio, tomate e ervilhas são incríveis. Não se esqueça de caprichar no tempero, com alho, cebola, salsinha, noz-moscada, sal e pimenta-do-reino.

6. Torta de camarão: diferenciada e deliciosa

O camarão é um delicioso substituto nas receitas que levam frango — de tortas a estrogonofes. No caso da torta, aposte na opção de massa podre recheada com camarão e requeijão.

Além da leveza, essa versão se destaca por ser mais sofisticada, já que o camarão é visto por muitos como um ingrediente mais nobre.

Tenha apenas cuidado na hora de comprar os camarões que vai usar — frescos ou congelados, esses crustáceos precisam vir de fornecedores confiáveis e estarem bem limpos, para garantir a qualidade do seu produto final e, em primeiro lugar, a saúde dos seus clientes.

7. Torta de limão: uma versão doce que agrada a todos

Agora que já conhecemos deliciosas opções de tortas salgadas, não podemos deixar os consumidores sem uma deliciosa sobremesa, não é mesmo? A torta de limão é um clássico que não tem erro e, por isso, é a primeira da nossa doce lista.

A massa é uma farofa compacta a base de biscoito maisena e manteiga, bem pressionada contra a forma de fundo removível.

O recheio tem altura da metade da torta, sendo um creme denso, feito com leite condensado, creme de leite e suco de limão, liquidificados e gelados. A cobertura é de suspiro assado e posicionado sobre a torta. A finalização é com raspas de limão.

Normalmente é vendida em fatias. Como envolve um certo tempo de preparo, permite o valor de venda mais elevado pela dedicação. Ainda assim entrega bom lucro. Uma vez que se aprende a trabalhar bem com receitas básicas de alguns tipos de massas, não há limites para a criatividade.

8. Torta holandesa: brasileiríssima

Deliciosamente cremosa, é servida fria e poderá ser feita dentro de potes para uma única porção, facilitando a montagem e o transporte.

Sua montagem é feita em camadas. Uma “cama” feita a base de biscoito maisena e manteiga, formando uma farofa bem compactada. Por cima, um creme feito com leite condensado, gelatina incolor, creme de leite fresco e essência de baunilha. Para finalizar, uma maravilhosa cobertura de ganache, além da decoração com biscoito coberto de chocolate e hortelã.

Como leva ingredientes de custo um pouco mais elevado, o lucro não poderá ser tão grande. Porém, é muito fácil de ser vendida em potinhos e bastante prestigiada como uma boa sobremesa.

9. Tarte tatin: um clássico francês que vai surpreender a clientela

Se você se interessa pelas interessantes histórias do universo da gastronomia e culinária já deve ter ouvido falar sobre o surgimento da tarte tatin, que aconteceu quando duas irmãs francesas estavam fazendo uma clássica torta de maçã quando uma das duas colocou as maçãs no forno, mas se esqueceu da massa.

Às pressas, elas jogaram a massa por cima das frutas, tentando “salvar” o prato, e pronto: a torta com as maçãs expostas, é um verdadeiro sucesso — saborosa e lindíssima.

Realmente, existem algumas técnicas para fazer uma tarte tatin perfeita, mas nada que um pouco de prática não resolva. O grande benefício desse produto é que ele é feito com ingredientes de baixo custo, mas tem um valor de revenda elevado, devido à sua beleza e sofisticação.

Ofereça a opção por encomenda e também sirva as fatias na sua confeitaria, acompanhadas de um delicioso chantilly.

Deliciosas opções de massa

Já falamos na primeira receita desta lista sobre a brisée, mas existem outras opções de massas que são bastante versáteis e podem trazer deliciosos diferenciais para os seus produtos. Veja só!

Brisée

Trata-se de uma massa que tem uma quantidade maior de manteiga, não tem ovos e traz a textura de “massa podre”, como dissemos. Por não ter açúcar, é uma massa que pode ser usada tanto nas tortas salgadas quanto nas doces.

O segredo da brissé é usar sempre os ingredientes bem gelados, sovar a massa e não colocar muita água.

Sablée

É uma versão de massa que leva açúcar, mas não muito, o que a torna deliciosa para tortas doces, mas ainda pode ser usada em opções salgadas.

Diferentemente da brisée, a sablée tem ovo. Para um bom resultado, faça primeiro uma farofinha com manteiga e farinha de trigo.

Sucrée

Com mais açúcar, essa é a versão mais doce das três massas, tem uma textura que derrete na boca e é perfeita para tortas doces e com frutas.

A medida de farinha e manteiga, por sua vez, é a mesma da sablée, mas o jeito de fazer também é um pouco diferente: na sucrée, primeiro juntamos farinha e manteiga até ficar aquela mistura clara, e só depois acrescentamos os outros ingredientes.

Você conheceu, neste texto, alguns tipos de tortas doces e salgadas que costumam agradar aos mais diferentes paladares, mas lembre-se de que o ideal para o seu negócio é catalogar novos recheios considerando custo e dificuldade de produção, sem exagerar na diversidade, mas possibilitando diferenciais, como tortas veganas ou sem glúten.

E agora que já aprendeu a preparar e a comercializar alguns tipos de tortas, que tal conhecer os principais doces selecionados para turbinar os seus negócios? Leia o nosso próximo post!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: