Empreendedorismo

7 tipos de massas para vender na sua padaria!

outubro 21, 2020
Massas para vender

Os produtos vendidos na padaria são responsáveis pela fidelização e sucesso dos clientes. Por isso, investir em tortas, doces e pães é fundamental para a retenção dos consumidores, já que esses produtos fazem muito sucesso em decorrência do sabor e aparência. Assim, saber preparar as mais variadas massas para vender deve ser algo prioritário.

Existem diversos tipos, como brisée, sablée, massa folhada, pães, entre outros. Estruturar um cardápio com massas variadas e frescas pode parecer simples, mas é necessário um conhecimento profundo sobre como são feitas, as funções de cada uma e em quais preparações podem ser usadas.

Se você deseja conhecer 7 tipos de massas para vender na sua padaria, não perca o nosso post. Boa leitura!

1. Brisée

O nome em francês dessa massa significa “quebrada”, apresentando uma textura arenosa. Ela pode ser utilizada tanto para tortas doces quanto para salgadas, já que não leva açúcar em sua composição. É uma receita que contém uma quantidade maior de manteiga, não tem ovo e apresenta uma textura crocante e levemente folhada.

Para acertar o ponto da massa, o importante é utilizar todos os ingredientes bem gelados, não colocar muita água e não sová-la. Quando está crua, o resultado é uma massa uniforme e com pedaços grandes de manteiga. Ela é bastante versátil, excelente para galletes, torta de maçã, torta de limão e quiches. Os ingredientes levam manteiga, água gelada, farinha de trigo e sal.

2. Sablée e sucrée

Esses dois tipos de massas são mais específicas para a confeitaria e diferem na quantidade de açúcar. A sablée apresenta uma consistência mais quebradiça, desmanchando na boca. A doçura é inferior quando se compara com à sucrée, mas a quantidade de manteiga é elevada, sendo a mais gordurosa.

Já a sucrée é feita com uma base bem açucarada, sendo a maior comparada às outras massas. A textura é crocante e ideal para biscoitos e tortas abertas. Os ingredientes usados são farinha de trigo, açúcar, manteiga, gemas e sal.

3. Massa folhada

A massa folhada é feita com farinha de trigo, na qual são realizadas várias dobras com camadas de manteiga, o que garante que ela fique crocante e leve. Os ingredientes usados são manteiga, sal, água gelada e farinha de trigo. Ficar atento a alguns segredos é fundamental para conseguir um resultado profissional.

Assim, tanto a manteiga quanto a água precisam estar bem geladas. Isso facilita o manuseio e evita que os líquidos escorram. No começo, quando os ingredientes são misturados, é essencial não sová-la, já que o glúten poderá ser desenvolvido quando as camadas forem construídas.

Quando estiver pronta, deixe-a descansar na geladeira por meia hora. Após isso, é necessário abri-la em toda sua superfície e espalhar cubos de manteiga gelada. Por fim, basta dobrar a massa e levá-la à geladeira.

A massa necessita de muito cuidado, pois precisa estar sempre gelada e não pode ser cortada serrando, mas sim com um corte preciso para que não perca o efeito de folhar. Algumas opções de uso são no palmier, croissant, mil folhas, entre outras.

4. Pão de centeio

Esse tipo de pão tem como ingrediente principal o centeio. Uma das diferenças desse cereal em relação à farinha de trigo é a quantidade de glúten e amido, que é muito menor na primeira. Por isso, várias receitas misturam as duas farinhas para garantir a estabilidade do pão.

Para prepará-lo em sua padaria, um truque para impedir que a massa murche é usar a fermentação natural. Como esse tipo é mais ácido que o fermento biológico industrial, ele permite que a massa forme uma estrutura de amidos resistentes, sem a necessidade de adicionar farinha com mais glúten à receita. O resultado é um pão escuro, denso, ácido e com um aroma e sabores deliciosos.

5. Focaccia

A focaccia é um pão rústico de origem italiana, que pode lembrar uma pizza, já que pode ter coberturas. A sua superfície contém pequenos furinhos que permitem que o azeite penetre na massa, o que a deixa muito macia e gostosa.

A receita leva fermento, farinha, água e é temperado com sal e azeite. Na preparação tradicional é usado o alecrim, o que lhe confere um aroma único. A massa é aberta com os dedos, sempre com uma espessura alta. Além disso, esse pão é feito com uma quantidade maior de azeite e fermento, o que o faz crescer e o deixa úmido e delicioso.

Para vender em sua padaria, é importante oferecer vários sabores. Algumas opções incluem azeitona com alecrim, queijo, tomate e manjericão, abobrinha etc.

6. Massa hiper hidratada

Devido à importância, ainda que sua padaria trabalhe com itens de confeitaria, certamente será a qualidade dos pães que ditará o sucesso do negócio. Assim, é importante modificar os produtos de panificação para oferecer novidades, como as massas hiper fermentadas.

Elas apresentam um teor de 60% a 80% de umidade, fazendo com que se o pão se torne macio por dentro e crocante por fora. Por mais que pareça difícil, com uma técnica adequada e bons equipamentos, é possível fazer esse tipo de receita. Um grande benefício é a lucratividade e o sabor e exclusividade do produto.

Como a fermentação desses pães é mais longa, eles desenvolvem características diferentes dos produtos vendidos pela concorrência. Essas massas contêm alvéolos espaçados e grandes, assim como uma esponja natural, auxiliando na coloração, casca e visual.

7. Pão de fermentação natural

O pão de fermentação natural é mais leve e não tem nenhum aditivo químico e conservantes. Ele fica crocante por fora e muito macio por dentro. Uma das características é o tempo de fermentação. Feito com água e farinha, ele leva o dobro de tempo de um pão feito com fermento industrializado.

Para o fermento, são necessários dois ingredientes: farinha e água. Juntos, eles começam a agir e formam um produto natural, levando até 7 dias para ficar pronto. Apesar de ser mais trabalhoso e demorado do que o pão que conhecemos, esse tipo fica muito mais gostoso e poderá fazer sucesso entre os clientes.

Como vimos, existem diversas massas para vender, que poderão atrair muitos clientes para a sua padaria. Por isso, não deixe de inovar e lembre-se que as massas frescas são um diferencial no sabor e na aparência dos alimentos.

Gostou deste post e tem alguma dúvida? Então, entre em contato conosco. Será um prazer respondê-lo!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: