Dicas

Como calcular preço de venda de doces? Saiba o que considerar!

janeiro 20, 2021
como calcular preço de venda de doces

Se você já vende ou pretende vender guloseimas, precisa saber em detalhes como calcular preço de venda de doces. Simplesmente inventar um valor, ou cobrar o mesmo que a concorrência cobra, podem ser escolhas que comprometerão definitivamente as suas chances de ter sucesso em seu empreendimento. É preciso embasamento!

Os preços dos produtos que você vende precisam ter como fundamento alguns critérios e dados para que sejam justos, consigam atrair clientes e, ao mesmo tempo, mantenham a lucratividade da empresa. Neste conteúdo, vamos dar dicas super importantes sobre precificação. Então, continue a leitura para ter vendas ainda melhores!

Por que é importante precificar corretamente?

É mais comum do que você pode imaginar, a existência de empresas com um ótimo volume de vendas, mas em meio a dificuldades financeiras devido a um cálculo incorreto do preço dos seus produtos. Isso acontece por diversos motivos, entre eles, o desconhecimento da situação financeira da empresa são os mais comuns.

Para ter longevidade, é preciso que seu empreendimento tenha uma boa saúde financeira. Isso significa lucratividade, capacidade de investimento, reservas para fluxo de caixa e capital de giro, e uma clientela fiel. Para conseguir tudo isso o preço de venda é fundamental.

O que é preço de venda?

O preço de venda é aquele que é pago pelo consumidor final. É o valor que consta na sua etiqueta e sobre o qual serão cobrados os impostos. Ele precisa ser suficiente para cobrir os gastos que você tem para conseguir produzir o seu produto e ainda fornecer um lucro razoável, que possibilite uma remuneração justa pelo seu esforço e pelo risco empresarial.

Existem diversas fórmulas para se chegar a esse valor. Algumas são mais complexas e consideram um maior número de variáveis, outras são simplificadas e incluem apenas os fatores básicos para a elaboração do preço. Entretanto, inevitavelmente, você precisará conhecer em detalhes os números do seu negócio para conseguir chegar ao valor correto, além de considerar com muito cuidado e atenção os itens a seguir!

1. Custo da matéria prima

A matéria-prima é tudo aquilo que você necessita transformar para chegar ao seu produto. Falando do ramo alimentício, especificamente de doces, ela é composta dos ingredientes que você utiliza em suas receitas. Um erro comum que acontece quando se estabelece esse valor é desconsiderar pequenas quantidades de produtos que você já tinha ou que você considera insignificante.

É preciso considerar as quantidades que são gastas com muita precisão. Se você unta uma forma com óleo e farinha, por exemplo, a quantidade de produtos gastos precisa compor o custo total da matéria-prima para que você faça o cálculo correto. A melhor forma de fazer isso é medir as quantidades de produtos antes de começar e logo após o término da receita.

2. Custos fixos

Uma situação comum que acontece quando empreendedores estão considerando esse valor é ficar preso à ideia de que os custos fixos são aqueles cujo valor não se altera, como o aluguel ou a prestação de um equipamento. Na verdade, os custos fixos não estão relacionados com a estabilidade dos valores, e sim da demanda e da cobrança por eles.

Isso significa que valores que podem variar dramaticamente são absolutamente custos fixos se você não puder evitar o gasto nem a cobrança por eles, independentemente do seu volume de produção. Nesse caso, é preciso que você utilize uma média para o cálculo, sempre mantendo uma margem de segurança para cima. Superestimar os gastos é sempre uma opção melhor!

3. Custos variáveis

Os custos variáveis, por sua vez, são os valores que você gasta proporcionalmente ao volume de produção e de vendas dos seus produtos, como a matéria prima e a energia elétrica. No caso desses valores, também se aplica a mesma lógica dos custos fixos.

Pode acontecer de serem variáveis alguns custos cujos valores nunca mudam, como o pagamento pelos serviços de um funcionário extra que só é contratado nos meses em que a demanda aumenta, e sempre que é chamado recebe o mesmo valor. O que determina se um custo é fixo ou variável é justamente a relação do surgimento ou amento dele em função do volume de produção e venda dos seus produtos.

4. Lucro

É o motor do desenvolvimento de qualquer negócio, pois possibilita que a empresa siga crescendo, tenha estabilidade e capacidade de suportar as variações do mercado, e que gere retribuição para os empresários e empreendedores. Sem um lucro apropriado qualquer negócio míngua.

O lucro deve ser considerado quando se deseja saber como calcular o preço de venda de doces, justamente por esses motivos. É ele quem possibilitará que você compre novas ferramentas e equipamentos para sua cozinha e faça tentativas e experimentos para aumentar a sua participação no mercado.

Como fazer a conta?

Agora que você já conhece a importância do cálculo correto e quais as variáveis que deve considerar, é preciso fazer a conta. Nossa sugestão é que você faça o cálculo por unidade, ou por múltiplos redondos, como centos. Faça a proporcionalização dos custos fixos e variáveis para a produção dividindo o valor total deles pela unidade ou múltiplo que você escolher.

Acrescente ao número conseguido pela soma dos custos fixos e variáveis o lucro que você julga razoável. Vamos dar um exemplo. Se os custos variáveis da sua empresa são R$ 100 e os fixos de outros R$ 100, e você consegue produzir 100 unidades de doce com esse gasto, o custo de um docinho é de R$ 2,00. A esse valor você deverá adicionar o lucro que pretende ter por unidade, considerando os valores de mercado, o segmento de atuação e os diferenciais do seu produto.

Com essas dicas básicas você já sabe como calcular preço de venda de doces e está pronto para fazer ajustes ou iniciar as vendas dos seus produtos e ter boas chances de sucesso.

Se você está se preparando para aproveitar a Páscoa, e quer dicas de cálculo específicas, leia também o nosso conteúdo sobre o cálculo do preço do ovo de Páscoa! Até a próxima!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: