Empreendedorismo

Marketing sensorial: saiba como o tato, olfato, visão e paladar impactam nas vendas

janeiro 25, 2021

Você já ouviu falar que as pessoas começam a comer com os olhos? Então, você já entende que usar estratégias que agreguem os sentidos do consumidor — visão, audição, tato, olfato e paladar — e sabe como isso contribui para a divulgação de seus produtos. Estamos falando de marketing sensorial, uma estratégia para aumentar as vendas, muito utilizada no setor alimentício, mas também em outras áreas, por ser muito eficaz.

A comida é um produto que tem um potencial sensorial muito grande. Por isso, é importante prestar atenção e explorar as possibilidades, que são variadas e nem sempre tão óbvias para quem vende alimentos.

Quer aprimorar suas iniciativas de marketing sensorial? Entenda mais sobre o assunto acompanhando este artigo até o final!

O que é marketing sensorial?

O marketing sensorial é uma forma de divulgar produtos usando gatilhos dos cinco sentidos do consumidor. A ideia é atrair a atenção do comprador, usando estímulos sensoriais agradáveis, que despertem ou aumentem o interesse pelo produto.

Já foi a uma loja de produtos para banho bem cheirosa? Pois bem, o propósito de aromatizar o ambiente é, justamente, que os consumidores se lembrem da sensação de banho tomado. Aquele cheirinho de sabonete estimula o olfato, trazendo memórias positivas, abrindo espaço para que o consumidor queira ver os produtos mais de perto.

Como os sentidos influenciam o interesse das pessoas em algo?

A conexão das pessoas com o mundo exterior se dá por meio de estímulos, captados pelos sentidos. Assim, eles funcionam como um portal para acessar a memória, imaginação e criar os desejos, de acordo com aquilo que o ambiente oferece.

Veja, a seguir, a influência de cada um dos sentidos e exemplos práticos no setor alimentício!

Visão

A visão é um sentido poderoso para o marketing. As imagens e textos visualizados pelo consumidor trazem informações relevantes sobre os produtos, gerando ou aumentando o interesse.

Nas lojas físicas, invista em um ambiente bonito, bem-decorado e com iluminação adequada. A visualização dos produtos deve ser simples e intuitiva, tanto nos expositores quanto no cardápio.

Quando falamos da venda de produtos para comer, mesmo na internet, é possível aplicar o marketing sensorial. As fotografias bonitas nas redes sociais, que evidenciam o brilho e a cremosidade ou, então, os vapores de um produto quentinho são bons exemplos.

Os seguidores gostam de ver as fotos, vídeos e detalhes dos alimentos, usando a visão como forma de estímulo para a compra. Por isso, invista na estética de seus produtos, embalagens e peças promocionais como forma de reforçar o marketing sensorial de seu negócio.

Audição

A audição é uma alternativa de recebimento de informações muito interessante e não deve ser negligenciada. Nas lojas físicas, mantenha um ambiente com poucos ruídos desagradáveis, uma música de fundo e não se esqueça de conversar com as pessoas.

No ambiente virtual, o estímulo auditivo é importante para conteúdos em vídeo e áudio, mas vai além disso. O estímulo auditivo será crucial para seus clientes que tenham deficiência visual. Essas pessoas também acessam redes sociais, usando dispositivos adaptados, que convertem textos em áudio, além de poder ouvir os vídeos e áudios. 

Fazer descrições detalhadas nas legendas de fotos, em vídeos e conteúdos de áudio é uma ótima estratégia de marketing sensorial auditivo. Conte todos os detalhes do produto, ingredientes, texturas e temperaturas, como forma de aguçar a imaginação de quem compra à distância ou tem restrições para consumir conteúdo visual.

Tato

O tato é um sentido cuja exploração parece complexa, mas, na verdade, é possível implementar em pequenos itens do cotidiano. As embalagens de seus produtos, por exemplo, devem ter texturas agradáveis, atraindo para o toque e para a exploração dos itens.

Outra ideia para explorar mais o tato é, quando fizer amostras de produtos, aproveitar para entregar pedaços maiores, em guardanapos. Isso faz com que o cliente sinta a maciez de um bolo, a crocância de um pão, a temperatura e outras características especiais antes mesmo de comer.

Olfato

Comida e olfato têm tudo a ver, certo? Por isso, invista em estimular os sentidos dos clientes, com o cheiro dos produtos, especialmente se você trabalha com bolos, doces e pães. Quer coisa mais agradável que um cheirinho de bolo no forno?

Se seus produtos não têm cheiro evidente porque são preparados em outro momento, busque alternativas. Se você serve café, por exemplo, é uma boa ideia passar um café fresquinho com frequência.

Outro aspecto importante do olfato é evitar a todo custo odores desagradáveis. O cheiro de sujeira, lixo, esgoto ou produtos estragados causa o desestímulo às compras. Invista em limpeza e aromatize o ambiente, se necessário, para combater cheiros ruins.

Paladar

O maior ativo de quem vende comida é o sabor dos produtos. A estratégia do marketing sensorial, aqui, funciona tanto para atrair os clientes quanto para fidelização. Afinal de contas, se seu produto for gostoso, o cliente vai querer repetir a experiência e indicará seu produto para outras pessoas, certo?

O gosto de suas preparações está diretamente ligado ao uso de boas receitas, preparo adequado e insumos de qualidade. Invista nesses pontos, pois os elogios renderão novas vendas, possibilitando o crescimento de seu negócio e fortalecimento de sua marca.

Quais os benefícios de adotar o marketing sensorial?

Incluir o marketing sensorial na divulgação de seu negócio do ramo alimentício traz inúmeros benefícios, como:

  • aumenta o vínculo emocional com os clientes, aproximando sua marca dos consumidores e fortalecendo relacionamentos;
  • permite uma exploração mais completa do potencial de seus produtos, destacando aspectos que ajudam a vender e poderiam passar despercebidos;
  • auxilia a trabalhar o encantamento de clientes, criando uma experiência positiva, memorável, causando o desejo de repetição da vivência;
  • usar os gatilhos sensoriais como mecanismo de aumento de vendas, estimulando o desejo de compra de consumidores, para que consumam mais ou experimentem novos produtos de sua marca.

Pensar na divulgação de seus produtos sob o ponto de vista do marketing sensorial é uma estratégia interessante e efetiva para aumentar as vendas. Busque criar experiências memoráveis para seus clientes, estimulando emoções positivas. Com isso, sua marca será associada a boas lembranças, trazendo efeitos positivos para o faturamento de seu negócio.

Agora que você entendeu mais sobre o marketing sensorial e como ele funciona, não deixe de conferir 7 erros que devem ser evitados para pequenos negócios mais lucrativos!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: