Empreendedorismo

5 dicas de administração para otimizar seu business em confeitaria

março 1, 2021

Com algumas dicas de administração, mesmo que você não tenha formação nessa área, fica muito mais fácil e simples estimular o crescimento da sua confeitaria. Vale ressaltar que uma das maiores dificuldades que os empreendedores de confeitaria enfrentam é a gestão administrativa do negócio

Desse modo, é essencial ter alguns cuidados básicos para que o sucesso das vendas não seja prejudicado. Com isso, você consegue evoluir o seu negócio com mais organização e com base em decisões conscientes, tomadas sob uma análise crítica. 

Para ficar por dentro de dicas de administração superimportantes para a sua confeitaria, continue a leitura deste texto e informe-se agora mesmo!

1. Organize as contas

Um erro muito comum e que atrapalha o crescimento do negócio é quando os administradores não separam as contas pessoais das contas da empresa. Misturar o que é da pessoa física e o que é da pessoa jurídica não é o indicado a ser feito no que diz respeito a uma gestão clara, objetiva e que otimize o desenvolvimento da confeitaria

Utilizar o dinheiro da empresa para pagar as finanças pessoais ― como uma viagem com a família, uma conta da casa ou um passeio no fim de semana ― não é o recomendado. Fazer isso pode causar uma grande confusão no caixa da empresa, tendo em vista que o dinheiro estará entrando, mas vai sair tanto para pagar os gastos domésticos quanto os da confeitaria. 

Desse modo, será difícil acompanhar os lucros ― isso se a empresa estiver proporcionando lucro. Além disso, essa falta de organização faz com que seja difícil identificar os pontos fortes e fracos do negócio, a fim de otimizá-los. 

Ao cometer esse erro, o empresário não tem como analisar o que está funcionando na prática e o que precisa melhorar, uma vez que o controle do lucro será incerto. Isso dificulta a tomada de decisão rápida e precisa, que poderia contornar um simples problema, como a necessidade de mudar de fornecedor, de evitar certos gastos, de trocar o cardápio etc.

2. Crie capital de giro

Um erro muito comum ao abrir uma confeitaria é quando os gestores não criam um capital de giro para manter o fluxo do caixa. O capital de giro é essencial para alimentar o negócio, fazendo com que seja possível alcançar sua evolução. 

Assim, se você obteve, por exemplo, R$ 500 de receita, é importante separar uma porcentagem desse valor para os gastos do negócio e outra para quando houver mais demanda de produção na confeitaria. Desse modo, é possível evitar imprevistos e facilitar a expansão natural do empreendimento.

Vale destacar que, para os empreendedores iniciantes, ou seja, aqueles que ainda estão criando uma marca e conquistando uma clientela fiel, é necessário diminuir a margem de lucro para reinvestir esse valor no capital de giro. Além da preocupação com o capital de giro, nesse contexto, é ainda relevante separar uma quantia para quitar eventuais dívidas que foram feitas para abrir o negócio, como um empréstimo no banco. 

3. Faça um controle dos gastos

Todas as compras devem ser necessárias e de acordo com o planejamento para o crescimento do negócio. Nesse sentido, crie uma planilha de controle com todos os itens que devem ser adquiridos no mês (e os seus valores) e os gastos fixos, como aluguel, conta de energia, gás e água.

Realizar uma pesquisa de mercado para conseguir os preços mais acessíveis é fundamental para que o seu orçamento seja respeitado. Se você estiver abrindo uma confeitaria com loja física, será preciso adquirir diversos itens para o ambiente e contratar serviços especializados, como:

  • cadeiras;
  • mesas;
  • balcão;
  • equipamentos para a cozinha;
  • mão de obra para realizar a reforma;
  • materiais da reforma;
  • objetos decorativos;
  • sistema de iluminação;
  • materiais para a vitrine.

Esse será o investimento inicial do seu negócio, por isso, é importante controlar o orçamento e conseguir preços justos. Ao longo do tempo, você deve acompanhar os valores dos produtos junto aos fornecedores para reduzir os gastos. No mais, os gastos fixos devem ser sempre pagos na data correta para evitar cobranças de juros e mora, por exemplo. 

4. Negocie com os fornecedores 

É essencial manter uma boa relação com os fornecedores. Além disso, deve-se firmar parcerias com profissionais sérios e responsáveis, capazes de entregar produtos de boa qualidade e padronizados, no prazo estipulado.

Negociar os valores com os fornecedores e as formas de pagamentos também é algo que deve fazer parte dessa relação. Se você vai comprar sempre com o mesmo fornecedor e em grandes quantidades, negocie o preço para um valor que seja atrativo para os dois lados.

A forma de pagamento também pode ser negociada. Caso você faça o pagamento à vista, peça um desconto considerável. Se pagar a crédito, pergunte quantas vezes o valor pode ser parcelado sem que haja a cobrança de juros. Ter esse cuidado é essencial para controlar os gastos, que é um dos fatores na hora de avaliar os componentes que impactam a formação do preço da venda dos seus produtos na confeitaria.

5. Controle o estoque e evite perdas

O controle de estoque deve ser feito de forma organizada e inteligente para evitar eventuais perdas de insumos, o que reflete em desperdício de alimentos e em perda financeira. Dessa maneira, prezar pelo armazenamento adequado dos produtos é essencial, principalmente porque grande parte deles é perecível.

Tenha em mente que investir em equipamentos refrigerados de ponta é uma necessidade em uma confeitaria. Além disso, deve-se realizar as manutenções rotineiras com profissionais qualificados para preservar a qualidade do seu equipamento e fazer valer o investimento que você fez.

Para um controle eficaz, o recomendado é utilizar sistemas de gestão que fazem esse serviço de forma automatizada, mostrando eletronicamente os indicadores do estoque. Isso ajuda a adquirir apenas o que é essencial, logo, é possível controlar os gastos com mais precisão. Além disso, com esses softwares, você pode contar com o controle de vendas, o fluxo de caixa, a gestão orçamentária, entre outros serviços que ajudam a impulsionar o sucesso do seu negócio. 

Gostou das nossas dicas de administração? Coloque-as em ação o quanto antes. Logo você vai observar as melhorias na gestão, que serão responsáveis por estimular o crescimento do seu negócio. 

Assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro das nossas novidades. Não perca essa oportunidade!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: